Distribuição de quentinhas, água e frutas. Junho de 2020.



Ao longo da malha ferroviária da cidade do Rio de Janeiro, existe uma população de seres humanos em situação de extrema vunerabilidade. Em sua maioria, usuários de crack, desumanizados e tratados como verdadeiros zumbis.

Nossa instituição, auxiliada por voluntários com apoio financeiro do #fundobaoba, dentro de nossas limitações, tem se preocupado em garantir ao menos uma refeição, água fresca e frutas para essa população.

“…E vou levar as crianças na feira. Lá há qualquer coisa no solo, que êles podem catar e comer… Aprendi a não ter escrúpulos depois que aprendi o jugo da fome”. Carolina Maria de Jesus ( Pedaços da Fome, 1963. p.195).

Cientes que a fome tem pressa e conscientes que este é um trabalho muito paleativo, seguimostentando entender as causas da consequente morada nas ruas, para buscar ajudas que possam abrir outras oportunidades de acesso a humanização, direitos fundamentais e cidadania.

#institutohoju

Gostou!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ajude nossa organização doando hoje! Todas as doações vão diretamente para fazer a diferença para a nossa causa.

Produtos em destaque

Últimas publicações

O INSTITUTO HÓRUS CULTURA EDUCAÇÃO INTEGRAL E DESENVOLVIMENTO HUMANO, com

Últimas publicações

Últimas publicações

Rolar para cima
WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien