Projeto Gastronomia da Favela

Aquele do cheirinho delicioso que acaricia nossa memoria afetiva quando lembramos das nossas bisavós, avós, avôs?
A comida sempre foi momento de reunir a família em volta da mesa, contar história, dar muita risada. E as receitas que passam de geração em geração, se tornam deliciosos, segredos, e guardam afetos traduzidos em temperos familiares e pratos tradicionais?
E o quê que baiana tem? As matriarcas negras que inauguraram no país uma nova forma de comércio, ocupando os espaços urbanos e expondo seus tabuleiros de deliciosos quitutes.
Uma gastronomia rica, que soube utilizar ingredientes desprezados na gastronomia convencional, se transforma a partir da criatividade para deixar na história do patrimônio imaterial do país sua indelével marca.

Rolar para cima